Logomarca Sesc
Piauí

Cultura

A área de manifestações culturais é considerada pelo SESC como contexto dos mais expressivos para a elevação dos indivíduos aos patamares superiores da condição humana e da produção de conhecimentos que contribuam para a proposição de soluções para os graves problemas que comprometem o processo de desenvolvimento nacional. Para que tal se efetive é necessário, entretanto, que a Entidade amplie seus esforços no sentido de criar condições que possibilitem à cultura se tornar um real instrumento de transformação dos indivíduos e da sociedade.

Não é suficiente, no entanto, um dizer de intenções nessa direção ou simplesmente a Entidade torna-se um espaço de ocorrência de produtos que possam ser designados como manifestações culturais. É necessário que os objetos assim reconhecidos pelos SESC sejam aqueles capazes de enriquecer intelectualmente os indivíduos, levá-los a desenvolver uma percepção mais acurada, propiciar-lhes uma nova compreensão das relações sociais, uma releitura de seu estar-no-mundo, permitir-lhes transcender suas condições de origem e formação, dotando-os, por conseguinte, de uma consciência mais universal. Em outras palavras, significa privilegiar produtos culturais que contribuam para construir um novo olho-o-mundo, e que se instrumentalizam em uma ação transformadora dos indivíduos e da sociedade, excluindo-se, portanto, da ação programática da Entidade, aqueles produtos culturais que tendem à sua reificação, por se formarem a partir de conteúdo e formas reiterativas de padrões culturais já gravados na memória de seus receptores.

Estímulo à Produção Cultural

Uma das formas de o SESC atuar no campo da cultura é o estímulo à produção cultural. Ao se constituir como um dos espaços de sua viabilização, estará o SESC criando condições para o seu revigoramento, contribuindo para o aperfeiçoamento da produção cultural brasileira, melhoria do nível intelectual do povo brasileiro e fortalecimento do sentimentos de identidade nacional, visto como condições essenciais do desenvolvimento.

A consciência de que é com uma ação efetiva no campo da produção cultural que o SESC poderá dar uma contribuição real para o alcance desses objetivos leva à necessidade de se definirem critérios e condições que orientem sua ação nesse campo.

A proposição de SESC ser um espaço de viabilização da produção cultural traz em si a necessidade de também ser incorporada à Entidade a função de articulador entre produtores e consumidores de bens culturais. Significa dizer que disponibilizar simplesmente seus espaços não permitirá distinguir seu papel no processo brasileiro, de outras entidades com finalidades e objetivos diversos.Assumir a função de articulador cultural exige a definição de uma proposta de gerenciamento que permita o alcance do objetivo proposto.Para tanto, é necessário que as linhas de trabalho a serem exercitadas permitam dotar os responsáveis pelo prazer cultural das condições necessárias para operacionalizarem o seu pensar e agir.

A Primeira linha de trabalho para efetivar a ação dos produtores culturais á a criação das bases materiais para a apresentação de seus produtos.

Veja abaixo as últimas notícias relacionadas ao programa Cultura:

Fábio Crazy e Paulo Death são atrações do Oito em Ponto deste sábado (17)

fabiocrazySITE

A próxima edição do Oito em Ponto será neste sábado (17), às 20h, no Café Concerto do Sesc Caixeiral, em Parnaíba. A classificação é livre e a entrada é gratuita.

A apresentação consiste em um show musical com um misto de gêneros e releituras de músicas autorais da banda Narguilê Hidromecânico (de Teresina) executadas pela dupla Fábio Crazy (criador da Narguilê) e Paulo Death, músico parnaibano atuante desde meados dos anos 80.

O show é recheado de nuances sonoras experimentais e citações de músicas de grandes artistas nacionais e mundiais.

Sesc Caixeiral promove 3ª edição do Slam Biqueira Literária neste sábado (17)

600kpslam3

A terceira edição do Slam Biqueira Literária será no Sesc Caixeiral neste sábado (17), às 17h. Os poetas inscritos irão batalhar entre si e a programação contará com a participação do cantor Felippe Reggae e do Dj Rodrigo Silva. 

O microfone estará aberto para quem quiser participar. A classificação é livre e a entrada é gratuita.

Conheça os jurados:

Yany Marques é slamer, poeta, organizadora do Sarau das Minas PHB e vice-presidente da Associação Hip-Hop da Planície Litorânea.

Alysson Pangulim é B-boy, poeta, slamer, ativista cultural e secretário da Associação Hip-Hop da Planície Litorânea. 

Ana Maria Castro é poeta, slamer, autora do livro Peregrinando e uma das organizadoras do Sarau das Minas PHB. 

O Mestre de Cerimônia será Alciomar Neto, que é poeta, slamer e ativista cultural, além de autor participante da Coletânea Versania e do livro de poesias Meia Taça de Cinzas. 

Maiores informações podem ser obtidas nos telefones (86) 3315-8551 e 3315-8561.

João Lin ministra oficina Vestígios da Urbe no Sesc Caixeiral

joaolinpatrimonioSITE

Aproveitando a presença do artista visual João Lin, que estará no Piauí ministrando oficina pelo Arte da Palavra, o setor de patrimônio do Sesc Caixeiral contratou o artista para ministrar também a oficina de patrimônio Vestígios da Urbe.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas de 12 a 19 de novembro, no Centro Cultural Sesc Caixeiral, onde também acontecerá a oficina, entre os dias 20 e 24 de novembro, das 9h às 13h. Serão oferecidas 20 vagas.

Sobre a oficina

Vestígios é uma ação que vem sendo desenvolvida em diversas cidades, como Recife (PE), Garanhuns (PE), Porto Alegre (RS), La Paz (Bolívia), El Alto (Bolívia) e Mérida/Tabay (Venezuela).

Em cada cidade a oficina assume uma face distinta, dialogando com o contexto, com o público envolvido e com o espaço urbano. O foco da ação é o encontro com memórias dos moradores do lugar e sua relação com o ambiente/espaço urbano no qual estão inseridos.

Nas cidades onde foi realizada a ação “Vestígios” a criação de narrativas com o audiovisual e os quadrinhos foi o recurso usado para construir tais cartografias.

Para a experiência em Parnaíba será trabalhado o desenho e a fotografia na criação de narrativas que explorem o espaço urbano numa perspectiva de apropriação e ressignificação colocando no centro o “indivíduo que habita” e suas trajetórias na geografia da cidade.

Sobre João Lin

João Lin é artista visual com atuação na produção de quadrinhos, gravura, ilustração, tatuagem, intervenção urbana e vídeoarte. Flerta com a poesia na produção de haicais e roteiros para quadrinhos e animação. É editor da revista de quadrinhos Ragu.

Sesc Centro traz à Teresina filmes inéditos na Mostra Nacional

movie

O Sesc Centro realiza na próxima quarta-feira (14), a partir das 8h30, a Mostra Nacional de Cinema, com filmes inéditos selecionados para participar das mostras estaduais e que foram escolhidos para estarem na exibição nacional. A Mostra acontece no Auditório Álvaro de Melo Salmito, no Sesc Centro.

O filme “A piscina de Caíque”, do diretor goiano Raphael Gustavo da Silva, vai abrir a Mostra Nacional como parte da categoria de filmes infanto-juvenis. O curta tem duração de 15 minutos e classificação livre.

A exibição à tarde inicia às 14h com o filme “Fantasia de Índio”, da diretora pernambucana Manuela Andrade, na categoria de filmes jovens adultos.

Confira abaixo a programação completa:

Categoria: Filmes Infanto-juvenis – Início às 8h30

  • A Piscina de Caíque – Classificação livre – 15 min - 2017 – Goiânia (GO)

Direção e roteiro: Raphael Gustavo da Silva

Sinopse: Sonhando em ter uma piscina, Caíque e seu amigo inseparável se divertem escorregando no chão molhado e ensaboado da área de serviço. Por causa do desperdício de água, Caíque acaba criando problemas com sua mãe.

  • O menino leão e a menina coruja - Classificação livre – 16min05s2017 - Brasília (DF)

Direção: Renan Montenegro/Roteiro: Elias Guerra

Sinopse: Esse é o universo das pessoas-animais, seres que misturam características humanas com as de outro animal. Quando filhotes, eles precisam estudar na Escola Filhote Selvagem, um lugar onde o aprendizado vai muito além da sala de aula.

  • Garoto VHS – Classificação livre - 19min54s - 2016 - Jaraguá do Sul (SC)

Direção: Carlos Daniel Reichel/Roteiro: Carlos Daniel Reichel e Rodrigo Batista

Sinopse: Um garoto que no lugar da cabeça possui uma câmera VHS com a qual registra seu cotidiano decide revisitar seus registros para presentear Roberta com uma memória que parecia para sempre perdida.

Categoria: Filmes jovens adultos – Início às 14h30

  • Fantasia de Índio – Classificação livre – 17 min – 2017 – Recife (PE)

Direção e roteiro: Manuela Andrade

Sinopse: Desde criança, ouvia minha mãe falar da minha ascendência indígena. Há duas décadas meu tio materno foi ao encontro dos xucurus. À procura de rastros desse passado, resolvi dar continuidade a essa busca.

  • Galeria RUA – Classificação 10 anos – 16min54s – 2017 - Teresina (PI)

Direção e roteiro: Jonathan Dourado

Sinopse: O documentário Galeria RUA tenta compreender o sentido dos artistas urbanos ao expressar nas paredes e muros da cidade seus pensamentos, singularidades e empoderamentos. Qual a real mensagem está codificada nas pichações e grafites? Quem são essas pessoas e para que fazem isso? Pichação é arte ou crime? O filme dá voz aos próprios autores, que mostram os pontos dentre as duas temáticas, suas diferenças e semelhanças e como acontece a transmissão dessa comunicação na construção da rua como sua galeria a céu aberto.

  • Cosme – Classificação livre - 13min43s – 2016 - Porto Alegre (RS)

Direção e roteiro: Luciano Scherer

Sinopse: Thiago Médici é Cosme, um cantor e compositor que ninguém ouviu.

  • Flecha Dourada - Classificação livre – 15min – 2017 - Florianópolis (SC)

Direção: Cíntia Domit Bittar/Roteiro: Maria Augusta V. Nunes e Cíntia Domit Bittar

Sinopse: Entre socos e paneladas, os lutadores do grupo Flecha Dourada voltam ao ringue depois de 50 anos para reviver a era gloriosa do catch catarinense.

 

 

Sesc Piracuruca promove atividades do projeto Lazer no Sesc

tommusical

 

O Sesc Piracuruca promove em três domingos do mês de novembro atividades esportivas e banho de piscina dentro do projeto Lazer no Sesc.

Neste domingo (11), das 9h às 17h, o instrutor esportivo Weslley Rodrigues acompanhará os participantes em jogos de vôlei e futsal. Também acontecerão atividades recreativas (jogos e brincadeiras infantis, recreação aquática com bola gigante e jogos de raciocínios) e atividades no salão de jogos da unidade (tênis de mesa, pebolim e sinuca).

A música ao vivo será com a banda Tom Musical, a partir das 12h. A entrada é gratuita para comerciários e dependentes e para usuários que queiram banhar na piscina será cobrada uma taxa de R$ 10,00.

Todas as atividades contemplam faixas etárias distintas, abrangendo crianças, jovens, adultos e idosos.

As próximas edições do Lazer do Sesc acontecem nos dias 18 e 25 de novembro.

Sub-categorias

Pagina 1 de 221

Editais

Ações

Parceiros