Logomarca Sesc
Piauí

Cultura

A área de manifestações culturais é considerada pelo SESC como contexto dos mais expressivos para a elevação dos indivíduos aos patamares superiores da condição humana e da produção de conhecimentos que contribuam para a proposição de soluções para os graves problemas que comprometem o processo de desenvolvimento nacional. Para que tal se efetive é necessário, entretanto, que a Entidade amplie seus esforços no sentido de criar condições que possibilitem à cultura se tornar um real instrumento de transformação dos indivíduos e da sociedade.

Não é suficiente, no entanto, um dizer de intenções nessa direção ou simplesmente a Entidade torna-se um espaço de ocorrência de produtos que possam ser designados como manifestações culturais. É necessário que os objetos assim reconhecidos pelos SESC sejam aqueles capazes de enriquecer intelectualmente os indivíduos, levá-los a desenvolver uma percepção mais acurada, propiciar-lhes uma nova compreensão das relações sociais, uma releitura de seu estar-no-mundo, permitir-lhes transcender suas condições de origem e formação, dotando-os, por conseguinte, de uma consciência mais universal. Em outras palavras, significa privilegiar produtos culturais que contribuam para construir um novo olho-o-mundo, e que se instrumentalizam em uma ação transformadora dos indivíduos e da sociedade, excluindo-se, portanto, da ação programática da Entidade, aqueles produtos culturais que tendem à sua reificação, por se formarem a partir de conteúdo e formas reiterativas de padrões culturais já gravados na memória de seus receptores.

Estímulo à Produção Cultural

Uma das formas de o SESC atuar no campo da cultura é o estímulo à produção cultural. Ao se constituir como um dos espaços de sua viabilização, estará o SESC criando condições para o seu revigoramento, contribuindo para o aperfeiçoamento da produção cultural brasileira, melhoria do nível intelectual do povo brasileiro e fortalecimento do sentimentos de identidade nacional, visto como condições essenciais do desenvolvimento.

A consciência de que é com uma ação efetiva no campo da produção cultural que o SESC poderá dar uma contribuição real para o alcance desses objetivos leva à necessidade de se definirem critérios e condições que orientem sua ação nesse campo.

A proposição de SESC ser um espaço de viabilização da produção cultural traz em si a necessidade de também ser incorporada à Entidade a função de articulador entre produtores e consumidores de bens culturais. Significa dizer que disponibilizar simplesmente seus espaços não permitirá distinguir seu papel no processo brasileiro, de outras entidades com finalidades e objetivos diversos.Assumir a função de articulador cultural exige a definição de uma proposta de gerenciamento que permita o alcance do objetivo proposto.Para tanto, é necessário que as linhas de trabalho a serem exercitadas permitam dotar os responsáveis pelo prazer cultural das condições necessárias para operacionalizarem o seu pensar e agir.

A Primeira linha de trabalho para efetivar a ação dos produtores culturais á a criação das bases materiais para a apresentação de seus produtos.

Veja abaixo as últimas notícias relacionadas ao programa Cultura:

Grupo Manada Teatro apresenta “Aquelas” no Palco Giratório

New Projectaquelas

Foto: Henrique Kardozo

Teresina, Parnaíba e Floriano recebem mais um espetáculo do Palco Giratório. O grupo Manada Teatro (CE) apresenta “Aquelas”, que remonta à história de Maria de Bil, santa popular da cidade de Várzea Alegre (CE). Assassinada em 1926 pelo seu companheiro e transformada em mártir, até hoje é ícone de devoção do povo da região.

No espetáculo, que mistura a história da santa com pessoalidades das intérpretes, o público é convidado a participar do preparo de um indigesto jantar envolvendo facas, carne, sangue e outros elementos, oferecidos à mesa com os corpos das próprias atrizes/performers. Uma encenação delicada e cruel que apresenta, por meio de quadros performativos, um caleidoscópio das diversas formas de violência de uma sociedade machista.

Confira abaixo a programação completa nas três cidades:

Floriano
28/05 – 19h30 – Teatro Maria Bonita - Entrada: 1kg de alimento não perecível

Teresina
Oficina: Te escrevo nossos corpos – Trânsito e corpos sensíveis
29/05 – Das 14h às 20h – Escola de Teatro Gomes Campos – Inscrição: 1kg de alimento não perecível – Público-alvo: artistas e estudantes de teatro
Apresentação do espetáculo:
30/05 – 19h30 – Teatro 4 de Setembro - Entrada: 1kg de alimento não perecível
Pensamento Giratório:
31/05 – Das 14h às 17h – Casa da Cultura - Inscrição: 1kg de alimento não perecível

Parnaíba
Apresentação do espetáculo: 
02/06 – 19h – Teatro do Sesc Avenida – Entrada: 1kg de alimento não perecível

Sobre o grupo Manada Teatro (CE)

Artistas de Fortaleza e do Cariri, com trajetórias de mais de 20 anos de teatro e motivados pelo desejo de se reencontrar e de se juntar enquanto criadores, reuniram-se para formar o Manada Teatro, em 2016. O grupo vive seus processos criativos entre as duas regiões do Ceará. Forte, pungente, atravessando a geografia espacial e humana do fazer teatro, essa Manada segue em uma estética que beira o risco. É um teatro que se faz no encontro, no agora. Um teatro urgente!

Fórum Regional Sesc Nordeste das Artes começa na próxima segunda-feira (27)

cover   Nordeste das artes intra

As inscrições para o Fórum Regional Sesc Nordeste das Artes seguem até a próxima sexta-feira (25). A programação será de 27 a 29 de maio, em Teresina, com palestras e ações de cunho formativo como conferências e debates.

De acordo com Lili Machado, coordenadora técnica de cultura do Sesc Piauí, o objetivo do evento é criar condições que possibilitem a produção artístico-cultural regional a se tornar um real instrumento de transformação dos indivíduos e da sociedade. “Com o Fórum queremos difundir, estimular e valorizar a produção artística e cultural dos estados do Nordeste”, afirma.

O público-alvo são técnicos de cultura e gerentes de unidades do Sesc, artistas, gestores de instituições culturais e educativas, produtores, críticos de arte, curadores, pesquisadores, trabalhadores do comércio e seus dependentes e todos aqueles que se interessem por arte e cultura. Serão oferecidas 150 vagas. Mais informações podem ser obtidas no telefone (86) 3230 – 9910.

Para fazer a inscrição o interessado deve acessar o link http://nordestedasartes.sescpiaui.com.br/#inscricao

Confira abaixo a programação:

27/05 – Segunda-feira
Horário: 13h às 21h45
PAINEL 01: A cultura na agenda política
PAINEL 02: Sustentabilidade, economia e mecanismos de fomento
Palestrantes: Silvana Lumachi Meireles (PE); Henilton Parentes de Menezes (CE); Profª. Drª. Gisele Marchiori Nussbaumer (BA); Profª Drª Aline Magna Cardoso Barros (SE)

28/05 – Terça-feira
Horário: 14h às 21h45
PAINEL 03: Hábitos e práticas culturais na região Nordeste
PAINEL 04: Representatividade, poéticas identitárias na produção artística e nos públicos
Palestrantes: Rita Ferreira de Aquino (BA); Jairo Gomes Araújo (PI); Prof. Cosme Rogério Ferreira (AL); Marcio Luiz Marciano (PB)

29/05 – Quarta-feira
Horário: 14h às 21h45
PAINEL 05: Cultura Digital, Juventude e Redes de Convivências
PAINEL 06: Formação e profissionalização do artista
Palestrantes: Profª Drª. Lilian Carla Muneiro (RN); Hacker, Consultor especialista em Políticas Digitais, Uiraporã Maia do Carmo (CE); Drª Gisele Soares de Vasconcelos (MA); Profª. Drª. Raquel Viana Gondim (CE)

Site do evento: http://nordestedasartes.sescpiaui.com.br/

Escrever sem Fronteiras promove bate-papo entre escritoras no Sesc Caixieral

Escrever sem Fronteiras2i

A Plataforma Sesc Escrever sem Fronteiras promove mais um encontro entre escritoras no Sesc Caixeiral. Desta vez a cronista e poeta Karoline Carvalho é a artista convidada. A mediação será da modelista e artesã Kaite Marinho. O encontro será no dia 25 de maio, às 18h, no Centro Cultural, em Parnaíba.

A programação é gratuita e a classificação é livre.

Mais sobre a artista convidada Karoline Carvalho

Karoline é educadora social e colaboradora do site de cultura Obvious. Ficou em primeiro lugar no concurso literário promovido pela Academia Parnaibana de Letras com o conto “O Jardim Secreto”. Concorreu ao Prêmio Sesc de Literatura 2018 com o livro de contos “Contando a Vida”.

Mais sobre a mediadora Keite Marinho

Keite Marinho nasceu em Magalhães de Almeida (MA), mas é piauiense de criação e coração. Atualmente reside em Parnaíba (PI) e é mãe de Sarah, Bruno e Gustavo. É formada em Teologia pela FAETE (Faculdade de Ensino Teológico), é também modelista, artesã, compositora e cantora. Amante da leitura, ela escreve poesias e contos e faz parte do grupo de poetas “O Piaguí”. Foi assistente de técnica vocal, instrutora de artesanato e criação. Atualmente trabalha com suas artes, no canto, na criação de modelos de roupas nos artesanatos e escreve nas horas vagas.

Teatro é inaugurado com nome de Francisca Cavalcante em Parnaíba

inauguteatro2

 

Parnaíba ganhou um novo espaço cultural no último sábado (18): é o Teatro Escola Municipal Francisca Cavalcante, localizado na Praça da Graça. O nome é uma homenagem a Francisca Cavalcante, mãe do vice-presidente da CNC e presidente da Fecomércio no Piauí, Valdeci Cavalcante.

A solenidade de inauguração da primeira etapa da obra do Teatro Francisca Cavalcante reuniu o prefeito da cidade, Mão Santa, autoridades políticas, artistas, jornalistas e grande público. A abertura ainda teve show do humorista Dirceu Andrade e apresentação da Companhia de Balé de Parnaíba, com o espetáculo Carnaúba.

 

inauguteatro

Valdeci Cavalcante apresenta painel no 35º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais

dr. val CNC

O vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac Piauí, Valdeci Cavalcante, está participando do 35º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNSE), que acontece até sexta-feira (17) em Fortaleza (CE).

O advogado apresentou o painel “Negociação Coletiva de Trabalho (acordado x legislado)” nesta quinta-feira, que foi mediado por Ivo Dall´acqua Júnior, vice-presidente da Fecomércio São Paulo.

O evento tem como objetivo principal fortalecer e inspirar o sindicalismo empresarial em busca da autossustentabilidade e é uma realização da Fecomércio CE, com promoção do Sindilojas Fortaleza e patrocínio da CNC. Este ano o Congresso tem como tema “O novo sindicalismo empresarial e atuação dos seus braços sociais”.

Participam do Congresso presidentes das Federações do Comércio de todo o país e o presidente da CNC, José Roberto Tadros, que ministrou palestra na abertura do evento.

Sub-categorias

Pagina 1 de 235

Editais

Ações

Parceiros