Logomarca Sesc
Piauí

Apresentações Artísticas

Valdeci apresenta livro de Alarico da Cunha

 Valexi

 

Numa concorrida solenidade, realizada no Teatro do Sesc Avenida, na noite desta sexta-feira (23), foi lançado o livro “Eixo do Tempo”, de Alarico da Cunha. O livro foi reeditado pela Academia de Letras do Piauí, com apoio do Sistema Fecomércio Sesc Senac.

Dentre os presentes, o prefeito de Parnaíba, Mão Santa, membro da Academia Parnaibana de Letras, o presidente da Academia, jornalista José Luiz de Carvalho e vários escritores de Parnaíba, membros da Academia Parnaibana de Letras.

O livro “Eixo do Tempo” foi apresentado pelo presidente da Fecomércio Sesc/Senac no Piauí, Valdeci Cavalcante, que destacou as ações de Alarico da Cunha em Parnaíba. Trata-se de um livro de poesias editado no século XX, em Parnaíba, onde o autor residiu por 60 anos. A poesia de Alarico da Cunha esboça seus gritos de protesto, glorifica seus mitos, seus deuses, seus sonhos, suas mulheres e cantam a epopeia da natureza.

 

Sobre Alarico da Cunha

Alarico José da Cunha nasceu 31.12.1883, em São José das Cajazeiras, depois Flores e hoje a progressista cidade de Timon (MA).

De formação filosófica, era dotado de inteligência privilegiada. Escritor, poeta e pensador. Integrou as Academias de Letras do Piauí e do Maranhão.

Elegeu a cidade de Parnaíba para fixar residência e ali permaneceu por 60 anos ao lado família, instituto por ele considerado como o bem maior da vida.

Destacou-se, também, pela simplicidade no viver. Foi comerciário e agente de companhias estrangeiras. Atuou como despachante aduaneiro. Falava inglês e alemão. Chegou a ser vice-cônsul de Portugal.

Na literatura deixou várias obras escritas tais como: "Discurso Maçônico", "Ode à Mendiga", "Cinema falado", "Exaltação à Beleza", "Nostalgia do Céu" e "Oração Fúnebre".

Alarico da Cunha faleceu aos 82 anos na cidade do Rio de Janeiro.

 

Lançamento do Palco Giratório reúne técnicos de todo o Brasil

coletiva palco 2203 site

 

Numa tenda de circo, na Serraria Souza Pinto, região central de Belo Horizonte (MG), foi lançada na manhã desta quinta-feira a 21ª edição do Palco Giratório. O evento teve a presença de jornalistas, curadores de Cultura do Sesc e representantes do Sesc de todo o país.

Dentre os participantes os técnicos de Cultura do Departamento Nacional do Sesc, Vicente Júnior, Raphael Viana (Artes Cênicas), Mariana Pimentel (Dança), a gerente de Cultura do Sesc Minas Gerais, Eliane Parreiras, a curadora do Palco Giratório em Minas Gerais, Carol Fescina e o homenageado do Palco Giratório 2018, o Palhaço Biribinha.

A coordenadora Regional de Cultura, Rozenilda Castro, a supervisora de Cultura, Lili Machado e o coordenador de Comunicação do Sesc, André Ribeiro, representaram o Sesc Piauí no evento.

O assessor técnico do Sesc Nacional, Vicente Júnior, disse que os espetáculos do Palco Giratório é resultado do trabalho de 34 curadores, que representam o país. “O Palco Giratório traz o que está sendo produzido nos quatro cantos do Brasil e o projeto tem a preocupação de levar arte a quem não tem acesso”, destaca.

Em circulação pelo Brasil de março a dezembro, o Palco Giratório traz 20 grupos, 30 espetáculos que contemplam as linguagens cênicas de dança, circo e teatro. Serão realizadas 32 aldeias (mostras locais) e oito festivais.

Os espetáculos do Palco Giratório vão ser apresentados em 133 cidades do país com 650 apresentações e 1600 horas de oficinas de capacitação voltadas para públicos diversos.

 

Resultado da convocatória Quinta Dança 2018

quinta danca 2018

Foto: Maurício Pokemon

O Sesc Piauí com o compromisso de valorizar e fomentar a produção cultural no estado potencializando assim as linguagens artísticas, com a missão de promover sua política cultural em conformidade com a diversidade cultural e o acesso aos direitos culturais, torna público as propostas aprovadas na Convocatória do Projeto 5ª Dança -  2018, as propostas foram analisadas por Comissão de Seleção composta pelos técnicos de artes cênicas da instituição. Seguindo os critérios estabelecidos na convocatória, a Comissão selecionou os espetáculos relacionados abaixo, considerando-os aptos para compor a programação do Projeto C.O.R.P.O - 2018. Espetáculos apresentados em ordem alfabética:

 

1.    ESPETÁCULO: A Rosa

COMPANHIA/GRUPO: Déborah Radassi

 

2.    ESPETÁCULO: Caos

COMPANHIA/GRUPO: Cia Equilíbrio de Dança

 

3.    ESPETÁCULO: Lendanças

COMPANHIA/GRUPO: Cordão Grupo de Dança

 

4.    ESPETÁCULO: Nebulosa

COMPANHIA/GRUPO: Vanessa Nunes

 

5.    ESPETÁCULO: Notações Urbanas

COMPANHIA/GRUPO: Grupo Dança Coletiva – José Chaves Martins Fontes Filho

 

6.    ESPETÁCULO: Swag

COMPANHIA/GRUPO: Núcleo Piauiense de Danças Urbanas.

 

Os grupos selecionados deverão comparecer no dia 20/03/2018 (terça-feira) às 14h no Sesc da Ilhotas para reunião técnica.

 
 

Vai começar o Março Cênico

marc

 

Em comemoração ao Dia Nacional do Teatro e Dia Mundial do Circo (27 de março), o Sesc Piauí realiza o Março Cênico, com apresentações de espetáculos teatrais e circo. De 16 a 29 de março as unidades do Sesc Floriano e Parnaíba  vão promover espetáculos para toda a família. A entrada é 1 kg de alimento não perecível que será doado ao programa Mesa Brasil Sesc.

O espetáculo “Berra Boi”, do grupo Raízes do Nordeste abre a programação do Março Cênico, dia 17 de março às 19h no Teatro do Sesc Avenida, me Parnaíba.

Berra Boi é livre para todos os públicos. Tem sinopse e roteiro do escritor e teatrólogo Benjamim Santos. O tema central é a presença do Boi (gado bovino) na história e na cultura popular do Brasil. Baseado no processo de vários séculos: sobre o ciclo do boi na economia brasileira; sobre a colonização do Piauí, o ciclo do boi na economia brasileira, a Colonização do Piauí; o período das Charqueadas em Parnaíba, que culmina com a criação do Bumba-meu-Boi, que é o mais nacional dos folguedos brasileiros. Com trabalho coreográfico de Fabiana Reis.

lelecc

 

Já em Floriano o espetáculo de abertura é protagonizado pelo elenco da Associação Brincantes do Folclore. “Leleco”, tem classificação livre para todos os públicos e será apresentado dia 19 de março às 10h e 16h, no Teatro de Arena.

A programação do Março Cênico segue com espetáculos de teatro e circo no teatro do Sesc Avenida, em Parnaíba, em Floriano no Teatro Maria Bonita, Teatro de Arena  e na Praça do bairro Alto Cruz.

Confira  a programação e participe.

 

Março Cênico Parnaíba

 

Dia 17/03 – 19h

Espetáculo: Berra Boi – Livre

Grupo: Raízes do Nordeste

Local: Teatro Sesc Avenida

Duração: 40min

 

Dia 20/03 – 15h

Espetáculo: Mistérios cômicos – 10 anos

Encenação: Paulo Duarte

Interpretação: Carmem Carvalho e Paulo Duarte

Local: Teatro Sesc Avenida

Duração: 60min

 

 

Dia 21/03 – 14h

Espetáculo: A caixinha de música – Livre

Grupo: Coletivo Cabaça

Local: Teatro Sesc Avenida

Duração: 40min

 

Dia 21/03 – 15h

Espetáculo: A caixinha de música – Livre

Grupo: Coletivo Cabaça

Local: Teatro Sesc Avenida

Duração: 40min

 

Dia 22/03 – 19h

Espetáculo: O gato e a andorinha – Livre

Grupo: Mais Brava

Local: Teatro Sesc Avenida

Duração: 50min

 

Dia 23/03 – 20h

Espetáculo: Mefisto brasileiro – 18 anos

Concepção, criação e direção: Fábio Chistian

Local: Espaço Balaio

Duração: 50min

 

Dia 24/03 – 19h

Espetáculo: Os clássicos da palhaçaria – Livre

Grupo: K´os Coletivo

Local: Teatro Sesc Avenida

Duração: 60min

 

Dia 26/03 – 15h

Espetáculo: O boi e o burro – Livre

Grupo: Alunos do curso de Teatro PCG (turma 2017)

Local: Teatro do Sesc Avenida

Duração: 40min

 

Dia 27/03 – 15h

Espetáculo: A bruxinha que era boa – Livre

Grupo: Alunos do PCG (intermediário 2017)

Local: Teatro do Sesc Avenida

Duração: 40min

 

Março Cênico Floriano

 

Dia 19/03 – 10h e 16h

Espetáculo: Leleco – Livre

Grupo: Associação Brincantes do Folclore

Local: Teatro de Arena

Classificação: Livre

Duração: 60min

 

Dia 20/03 – 9h

Espetáculo: Clássicos de Palhaços – Livre

Grupo: Vagão (Teresina)

Local: Praça do bairro Alto Cruz

Duração: 60min

 

Dia 20/03 – 14h às 18h

Oficina: Palhaçaria Clássica

Grupo: Vagão (Teresina)

Local: Teatro de Arena

Classificação: Livre

 

Dia 20/03 – 19h30

Espetáculo: Três pessoas e um destino - Adulto

Grupo: Cangaço

Local: Teatro Maria Bonita

Classificação: 18 anos

Duração: 50 min

 

Dia 21/03 – 10h

Espetáculo: Os três reis da floresta - Livre

Grupo: Giramundo (Floriano)

Local: Teatro Maria Bonita

Duração: 50min

 

Dia 21/03 – 16h

Espetáculo: O ursinho Pluft - Livre

Grupo: Escalet de Teatro (Floriano)

Local: Teatro Maria Bonita

Duração: 50min

 

Dia 26/03 – 10h e 15h

Espetáculo: A volta do camaleão Alface - Livre

Grupo: Os Caipiras

Local: Teatro Maria Bonita

Duração: 50min

 

Dia 26/03 – 19h30

Espetáculo: Pelos caminhos da perdição - Adulto

Grupo: Os Tais

Local: Teatro Maria Bonita

Classificação: 18 anos

Duração: 60min

 

Dia 27/03 – 10h

Espetáculo: Os três reis da floresta - Livre

Grupo: Giramundo (Floriano)

Local: Teatro de Arena

Duração: 60min

 

Dia 27/03 – 16h

Espetáculo: O ursinho pluft - Livre

Grupo: Escalet de Teatro (Floriano)

Local: Teatro Maria Bonita

Duração: 50min

 

Dia 27/03 – 19h30

Espetáculo: Três pessoas e um destino - Adulto

Grupo: Cangaço

Local: Teatro Maria Bonita

Classificação: 18 anos

Duração: 50min

 

Dia 28/03 – 19h30

Espetáculo: Pelos caminhos da perdição - Adulto

Grupo: Os Tais

Local: Teatro Maria Bonita

Classificação: 18 anos

Duração: 60min

 

Som do Piauí abre projeto Oito em Ponto

sompiaui

 

A boa música piauiense na voz dos cantores do Som do Piauí abre a temporada 2018 do projeto Oito em Ponto, no Sesc Caixeiral, em Parnaíba. Será dia 3 de março, a partir das 20h no Café Concerto. O show, que leva o nome do grupo, é livre para todos os públicos e tem entrada gratuita.

Formado por Assis Ferreira, Anderson Veloso, Flávio Moura, Jó Oliveira, Lucas Reis, Nilson Cronemberger, Robert Glayson e Rômulo Augusto – todos músicos piauienses, o grupo teve sua primeira apresentação em maio de 2017, no Theatro 4 de Setembro. O show foi um sucesso de crítica e de público.

 

O grupo surgiu da união de cantores de Teresina que se apresentavam na capital e decidiram pesquisar sobre o som do Piauí. “Fomos unindo nossa canção e criamos esse projeto que destaca a música de artistas piauienses”, explica Lucas Reis, um dos integrantes do Som do Piauí. Este ano, o grupo inicia uma temporada de shows no Norte do Piauí.

 

O show que será apresentado no Sesc Caixeiral traz 17 canções de compositores piauienses, consagradas na voz de cantores de sucesso no Brasil como Fagner, Mariza Monte, Tim Maia, Ednardo e Climério Ferreira, compostas por piauienses como Clodo Ferreira, Ribamar Cury, dentre outros.

Além de divulgar a música piauiense, o grupo pretende ampliar o conhecimento acerca da riqueza cultural e destacar compositores, cantores e instrumentalistas piauienses.

Pagina 4 de 102

Editais

Ações

Parceiros